domingo, 22 de novembro de 2009

Insensatez

Quando amo 
salto barreiras


Quando amo
nao vejo os limites


Quando amo
desconheço medos


Quando amo
corro atrás de ti


Quando amo
penso só depois



Escritos do ano 2002
Vanusa Babaçu

Um comentário:

Debora disse...

Arre égua...gosto de ver é assim...a se todo ser que amor perdesse o medo...
Oh Babaçu...o que fazer com os medos???
Ah o amor... quem me dera...

Xerim

sempre,

Débora Sampaio