sábado, 6 de novembro de 2010

Complexo de Narciso?

http://brasilafro2010.blogspot.com/


Minhas paixões premiadas!!! Outra fotografia, clicada por mim escolhida para compor uma mostra nacional de fotografia. Ui! Delícia. A mostra BRASIL AFRO 2010. Selecionou a fotografia que eu intitulei: O Maranhão e sua negritude.  Capturada numa dessas tardes que não vai ninguém à praia de nosso delicioso rio Tocantins. 

Dividi o entardecer com Budinha (querido amigo) e Bebel, minha filhota. Arisca às câmeras, mas que se rendeu aos encantos do curso d’água do grande rio. Exibia-se sem rituais naquele banho fazendo chuva ao tentar secar sua farta cabeleira negra. Não resisti e ali esbocei um ensaio para o album  "Ser rio, ser menina?" . No momento ela mais parecia um boto. Um bicho d’água.  quando visualizei  as fotos Não deu outra. Ensaio enviado à mostra BRASIL AFRO 2010.

A exposição “Brasil Afro” acontece na internet (de maneira virtual), na Fundec, em Sorocaba, e na Caixa Econômica Federal, em Votorantim, entre os   dias 18 e 28 de novembro de 2010.

Apreciada e escolhida por um júri de ponta. Agora  lá se vai Bebel, linda, negra, por mim retratada e agora correndo mundo afora. Seu banho, seu prazer, e evidentemente, minha alegria de ter em um momento só, duas paixões premiadas: Bebel e a Fotografia. 

Isso pode ser complexo de NARCISO? Que seja. Qual é o problema, tô é feliz. E divido com todos que por aqui passarem. Não quero mais nada. Ops! Quero sim.  Retratar a terceira paixão!!! com nome e rosto (ainda) ocultos... 

5 comentários:

Conceição disse...

Amiga querida, amada!!!!

Que nascissismo que nada, isso é "poder" desfrutar prazerosamente de suas conquistas,construidas com gestos simples, ações cotidianas mais que não são simples rotinas , que edifica, constroi, reconstroi, sua historia de vida, apesar de TODOS , os stress de todos os caos, impostos pelo constante enquadrametno e desenquadramentos de sua vida, estais sempre a se permitir submerger a partir de sua dignidade, para eternizar um milessimo de segundo de VIda. Pelo simples ( que nã oé tã osimples)fato de seres capaz de saber viver a vida em sua plenitude.
Lindo ensaio da Bel.

Parabéns!!!!

Wellem disse...

Parabéns para o mundo que vai ter o prazer em conhecer a parte boa do MAranhão: Babaçu, Babaçuzinha e a arte do viver dessa maravilhosa pessoa.

também, tô é feliz!

\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/

Vanusa Babaçu disse...

Honram-me com cada palavra de entusiasmo e carinho!

beijos

Arinalda disse...

Companheira, concordo com você quando diz que se for narcisimo, deixe para lá. Mas, lembre-se que Narciso acha feio o que não é espelho... o que aqui não é o caso, pois você retrata parte sua que tem sua própria individualidade. Mais uma vez Parabéns. E desde já Parabéns pela Mostra na Semana da Consciência Negra. Gostaria de saber quando teremos o prazer de ter uma de suas Mostras em nosso espaço acadêmico. Um grande abraceijo companheira e muito sucesso.

Vanusa Babaçu disse...

Nalda, que bom saber que passou aqui por esta página tão minha e tão nossa. Pra minha exposição chegar do outro lado do rio é só chegar aqui um convite. Nos proximos dias teremos outra mostra "Movimentos e Resistência" Na UEMA.

Abraçeijos