domingo, 2 de maio de 2010

Saudoso Poema - Vanusa Babaçu


Meu amor menino
Que embeleza segundos
Num assopro colorido
Como as bolhas de sabão
Meu amor menino
Que embeleza meu céu
Num puxa e solta, frenético
Como as pipas exibidas no verão
Meu amor menino
Que corre  mundo 
com pés amparados 
Em belas sandálias de couro cru
Ou descalço pelas
Ruas da vida
E me deixa só.


 Com contribuições de outro menino:
que alegra vida com sorrisos vadios
e nariz vermelho.
Iron Vasconcelos




11 comentários:

IRON VASCONCELOS disse...

comentar, pular, correr,
seja sempre inquieta, vibre e capture as emoções saudosas


Iron

Caroline disse...

liindo liindoo *-*
"meu amor menino"
ameei <3
Parabéens Vanusa!!!

IRON VASCONCELOS disse...

escreva, corra e grita
escreva linhas saudosas
corra saudisista
grita o poema saudoso de ser babaçu
de ser vc

iron disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Vanusa Babaçu disse...

Carol tu é meu amor MENINA!!!!!

beijos de leite de coco.

Vanusa Babaçu disse...

Iron,


Me conheces de tempos saudosos. A vida sempre me dá esses presentes. Saudades e saudades. Tempos e tempos.
Comentário poético o seu, irresistivel, no meu ver virou poesia. Postei, não me desautorize por favor.

beijos de saudades pra tu.

Anônimo disse...

Vanusa Babaçu
és tu poesia e poema
és tu, encanto e saudade
Os tempos saudosos ou não
os ventos de correrias
estão nas tuas mãos
tu nos incita a sentir o poema.
A ser poema.
Iron,
Me empresta tuas palavras?
E eu também me farei menino.

Antonia Maria

Vanusa Babaçu disse...

Antonia Maria,

Saudades de tu!

De minha terra e de meu povo.

Também me faço menino nas palavras de voces, e me sinto correr rua a cima rua a baixo na terra de "São José"

Uma délicia os comentários de voces.

Amo-os!

Vanusa Babaçu disse...

O poema grita
eu corro.
e
volto
ele está lá
me espera
me encurrala
o que faço?
Digito
Deleto
o peoma volta
desisto
escrevo
deleito-me
publique- se!

João Henrique Salles disse...

Vanusa Babaçu
és tu poesia e poema
és tu, encanto e saudade
Os tempos saudosos ou não
os ventos de correrias
estão nas tuas mãos
tu nos incita a sentir o poema.
A ser poema.
Iron,
Me empresta tuas palavras?
E eu também me farei menino.

Faço minhas todas essas palavras pra dizer que a simplicidade desse poema conduze-me a dizer-te.

Babaçu, quem és tu? além de poestiza que me faz querer ser sempre menino?

com beijos

Exclente Maio poético pra ti, seremos mais felizes com tua isnpiração ímpar.

Vanusa Babaçu disse...

Todos inspirados!!!!???

Tenho culpa... o titulo do poema é de Iron. Saudoso Poema. Foi o título q causou esse mote inspirador??
Ou somos com nos diz João Salles, somos todos poetas "PRA ELA"????

Ufa!!!

Amei

Publlique-se